Diabetes: conceito básico, dieta e dicas

Conceito básico

Aplicação de insulina.

Aplicação de insulina.

Por algum motivo o pâncreas deixa de fabricar a insulina necessária para fazer a glicose entrar na célula e, assim, alimentá-la. Sem glicose as células ficam famintas e, começamos a sentir muita fome. Ao mesmo tempo, como a glicose não entra na célula, ela fica sobrando no sangue, o que faz com que transborde na urina, nos levando a urinar muito também e a sentir muita sede.

Algumas pessoas desenvolvem diabetes após doenças no pâncreas. Outras pessoas (a grande maioria) desenvolvem diabetes e não conseguimos descobrir a causa. Mas, sabemos que em qualquer das situações, o pâncreas não está funcionando corretamente. Seja não fabricando nenhuma insulina (diabetes insulino-dependente), seja fabricando pouca insulina ou uma insulina fraca (diabetes não insulino-dependente).

A diabetes é uma doença crônica. Ela não tem cura mas tem controle com o uso da medicação correta.

O não controle da diabetes leva a pessoa a um processo de envelhecimento rápido, com falência de órgãos importantes como rins, olhos, cérebro pois o excesso de glicose na circulação promove lesão de pequenos vasos sanguíneos que pode ocorrer em qualquer órgão do corpo.

Por isso, cuide-se. Tome sua medicação corretamente, faça dieta, evite açúcares, doces, etc. Coma verduras, legumes, saladas, cereais, alimentos integrais e não deixe de realizar atividade física.

Dieta para Diabetes

Alimentos a serem EVITADOS:

  • Açúcar, balas, chocolates, bombons
  • Vinhos, doces, champanha
  • Bolos, tortas
  • Refrigerante e sorvete
  • Mel, geléias
  • Cerveja
  • Alimentos fritos

Alimentos PERMITIDOS sem restrições:

  • Cominho, louro, oréganos
  • Café e chá (sem açúcar)
  • Limão
  • Salsa
  • Salsão
  • Alho
  • Cebola
  • Vinagre
  • Pimenta
  • Carnes e peixes devem ser cozidos, grelhados ou assados
  • Verduras devem ser preparadas sem gorduras ou farinha

 

Dicas Importantes para Diabetes:

  1. Faça 5 a 6 refeições ao dia (café da manhã, almoço, jantar e lanches nos intervalos), de preferência em horários determinados.
  2. Os doces devem ser ingeridos, de preferência, junto às grandes refeições, pois estas possuem um maior teor de gordura e, consequentemente, digestão mais lenta.
  3. Coma alimentos ricos em fibras: verduras e legumes (crus e cozidos) e frutas (com casca ou bagaço), pois o conteúdo de fibras nos alimentos diminui a velocidade de absorção dos carboidratos.
  4. Não exagere na quantidade de frutas numa mesma refeição. Lembre-se que as frutas também possuem um tipo de açúcar (frutose).
  5. Cuidado com alimentos lights, eles podem conter açúcar. Lembre-se que o alimento diet, é o alimento modificado em que um ingrediente é substituído por outro, por exemplo o açúcar pelo adoçante, sendo assim indicado para o diabético. Já o light, é o alimento que contém uma porcentagem menor de um ingrediente (por exemplo: gordura, açúcar) e nem sempre é indicado para o diabético – refresco light contém açúcar.
  6. Lembrar que os alimentos diets, frequentemente, possuem outros ingredientes como farinhas, leite, ovos etc, os quais devem ser considerados.
  7. Sempre que tiver dúvida, verifique os ingredientes no rótulo, ou ligue para o Serviço de Atendimento ao Consumidor do fabricante do produto.
  8. Cuidado com água tônica, apesar do sabor amargo, contém açúcar, só beba na versão diet.

Exemplo de dieta para diabetes com cerca de 1.600 quilocalorias:

Desjejum: 1 copo de leite ou Coalhada ou 5 colheres de mesa niveladas de leite em pó ou 1 fatia de queijo + 1/2 porção de fruta; Café a gosto com adoçante sintético; 1 pãozinho francês (50g); 1 ponta de faca de margarina (5g) Ou Chá, mate, chá de erva-doce; torradas ou 4 crackers; 60g de pão integral ou de gluten; Manteiga.

Almoço: salada crua com vinagre ou limão, à vontade; 1 vegetal verde, 1 branco e 1 vermelho ou amarelo. Folhosos cozidos – à vontade; 2 colheres de sopa cheias de arroz (de preferencia integral)ou 3 colheres de mesa de massas: macarrão, talharim, etc. (pref. Integrais) ou 3 colheres de mesa de feculentos: batata inglesa ou doce, aipim, angu. Metade das porções acima poderá ser substituída por 3 colheres de sopa de feijão, soja, ervilha seca, lentilha, outras leguminosas. 1 porção normal de carnes (preferir frescas); 1 porção normal de legumes cozidos de qualquer tipo, mesmo beterraba (4 colheres de mesa). Pouca quantidade de óleo: girassol, soja, milho, etc. (1 colher de sobremesa). Quantidade normal de fruta (qualquer tipo); 1 copo de suco natural de fruta;

Merenda: o mesmo que o desjejum

Jantar: o mesmo que o almoço.

Ceia: 1 copo de leite; 1 pãozinho francês (50g); 1 ponta de faca de margarina (5g), como no desjejum.

Mas o ideal é que você passe por uma consulta com nutricionista que poderá calcular uma dieta equilibrada de acordo com seu peso, altura e gastos em atividades. Não se esqueça que para uma vida saudável há necessidade de exercícios físicos, tipo caminhada sistemáticos.

 

Talvez você queira saber também sobre:

 

 

Sobre Diabetes mellitus, consulte também a Wikipédia

Visite: Sociedade Brasileira de Diabetes