Insulina uso e controle no diabetes

A insulina no diabetes

insulina será sempre necessária no tratamento do Diabetes Tipo 1, e seu uso deve ser iniciado imediatamente após o diagnóstico.

As necessidades diárias de insulina variam de acordo com a idade, rotina diária, padrão alimentar e sobretudo, a presença ou não de alguma secreção residual de insulina pelas células ß pancreáticas.

De uma maneira geral, no início do quadro a necessidade diária de uma pessoa oscila entre 0,3 a 0,6 U/Kg, podendo chegar a 1U/Kg no final do primeiro ano de doença.

Há inúmeras preparações insulínicas, que variam de acordo com a origem e o tempo de ação.

Escolhemos abordar neste texto a insulina de ação rápida,regular e a NPH, ambas de origem humana, por serem as utilizadas pela grande maioria das pessoas.

Tipos de Insulina:

  • Regular: também chamada de insulina de ação rápida. Seu início de ação leva de 30 minutos a uma hora, o pico máximo de atividade ocorre de 2 a 3 horas depois e a duração da ação vai de 4 a 6 horas. É usada quando um ação rápida é necessária, como na cetoacidose diabética. Pode ser misturada com a insulina NPH.

A figura 1 demonstra a ação da insulina regular:

a ação da insulina regular

 

Se a insulina regular é administrada às 7 horas da manhã, sua ação máxima será por volta das 9 horas e a duração de atividade será até as 11 horas.

  • NPH: é a insulina de ação intermediária. Inicia sua ação em 30 minutos a uma hora e meia, com pico máximo de ação em 4 a 7 horas, podendo a duração alcançar 14 a 18 horas após a aplicação.

A figura 2 demonstra a ação da insulina NPH:

a ação da insulina regular

Se a insulina NPH for aplicada às 7 horas da manhã, seu pico máximo de ação ocorrerá por volta das 13 horas, com duração máxima até as 19 horas.

Uma grande vantagem dessas insulinas humanas, regular e NPH é que elas podem ser misturadas em uma única aplicação.

A forma, quantidade e periodicidade de aplicação das insulinas vai depender de cada caso, de cada pessoa, do modo como cada um responde ao tratamento e deve ser minuciosamente discutido e decidido em conjunto com o médico.

Para que o controle da glicemia possa ser realizado de forma satisfatória, sugere-se utilizar uma tabela como a abaixo:

Data: __________ HbAc:________

DiaInsulinaGlicosúriaGlicemiaObservações
7h13h18h22h7h13h18h22h7h13h18h22h 
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

 

Para melhor entendimento de seu uso vamos aos exemplos:

Exemplo 1:

Data: 01/02/2009     HbAc: 7,8%

DiaInsulinaGlicosúriaGlicemiaObservações
7h13h18h22h7h13h18h22h7h13h18h22h 
Dom8----4020120Hipo 2x
Seg8----120808040Hipo 1x
Ter8----2080Hipo 1x
Qua7----80180120
Qui7----12020120Hipo 1x
Sex6----80120120
Sab6----120

Acima se tem o controle da semana de 01 a 07 de fevereiro, neste período a última leitura da hemoglobina glicosilada (HbAc) foi de 7,8%. Esta pessoa só faz uso de Insulina uma vez ao dia. Nota-se que não apresentou leitura positiva de glicosúria em nenhum dia da semana. No domingo fez uso de 8 U NPH às 7 horas da manhã e teve 2 hipoglicemias, às 13 e às 18 horas. No dia seguinte, continuou com a mesma dose e apresentou uma hipo às 22 horas. Na terça-feira continua com a mesma dose e apresenta nova hipoglicemia desta vez às 18 horas. Reduz, então, então para 7 U NPH na quarta-feira e passa sem hipoglicemia. Na quinta-feira, com as mesmas 7 U NPH, apresenta uma hipoglicemia às 13 horas. Assim, na sexta-feira reduz para 6 U NPH e passa sem hipoglicemia nas últimas medidas.

Exemplo 2:

Data:  08/02/09      HbAc: 10,2%

DiaInsulinaGlicosúriaGlicemiaObservações
7h13h18h22h7h13h18h22h7h13h18h22h 
Dom12120
Seg1280
Ter12120180180
Qua12+++180240180240
Qui14++240180180120
Sex1412018012080
Sab148012012080

Este acima só usa insulina NPH uma vez ao dia também e sua hemoglobina glicosilada está bem alterada. No início da semana (domingo, segunda e terça) não há aparecimento de glicose na urina. Não existem episódios de hipoglicemia e a glicemia apresenta bom controle. Porém, na terça-feira à tarde a glicemia começa a aumentar (180 mg%) e no dia seguinte, já aparece glicose na urina, então é hora de ajustar a dose de insulina para 14 U. Vemos que na sexta-feira já não há mais glicose na urina e no sábado a glicemia está bem controlada.

Para os ajustes da dose de insulina NPH pode-se usar as seguinte regra:

  • Se usa de 1 a 10 U, reduza ou aumente 1 unidade;
  • Se usa de 11 a 20 U, reduza ou aumente 2 unidades;
  • Se usa de 21 a 30 U, reduza ou aumente 3 unidades.

Concluímos que o manejo da Diabetes e o ajuste das doses de insulina é muito importante para o controle da doença. Ajude seu médico a te ajudar.

 

Talvez você queira saber também sobre:

 

Bibliografia:

  • Consenso Brasileiro de Diabetes, Ministério da Saúde;
  • Diabetes Care Manual, McNeely Pediatrics Diabetes Center;
  • Diabetes, o que fazer em situações especiais, Dr Walter José Minicucci.
  • http://www.2aida.org/aida/index.shtml