Enxaqueca com aura pode levar a problemas cardíacos


Mulheres que têm enxaqueca com aura podem ser mais propensas a desenvolverem problemas no coração e nos vasos sanguíneos. A conclusão é de dois estudos que serão apresentados na 65ª Reunião Anual da Academia Americana de Neurologia, que ocorrerá de 16 a 23 de março de 2013 em San Diego, nos Estados Unidos.
A enxaqueca com aura é aquela na qual a pessoa é acometida por distúrbios visuais que podem se caracterizar pelo surgimento de flashes de luz. O primeiro estudo envolveu 27.860 mulheres, das quais 1.435 tinham enxaqueca com aura. Ao longo de 15 anos, houve 1.030 casos de ataques cardíacos, derrame ou morte por causa cardiovascular.
Ao analisar os fatores de risco cardiovascular nesses eventos, a enxaqueca com aura apareceu como o segundo motivo mais frequente, ficando atrás, apenas, da hipertensão. Ela apareceu na frente de fatores como diabetes, tabagismo, obesidade e histórico familiar de doença cardíaca.
No segundo estudo, os pesquisadores analisaram mulheres com enxaqueca com e sem aura que tomavam contraceptivos hormonais e relacionaram isso à ocorrência de coágulos sanguíneos. Das 145.304 mulheres que usavam contraceptivos, 2.691 tinham enxaqueca com aura e 3.437 enxaqueca sem aura.
As mulheres com enxaqueca com aura tinham maior probabilidade de ter complicações no sangue, como a formação de coágulos e trombose venosa profunda, do que as mulheres com enxaqueca sem aura, independente do tipo de contraceptivo utilizado.
De acordo com os pesquisadores, as mulheres que sofrem com enxaqueca, especialmente enxaqueca com aura, devem incluir essa informação em seu histórico médico e conversar com seus médicos sobre sua condição antes de começar a utilizar um contraceptivo hormonal.
Fonte: EurekAlert!, 15 de janeiro de 2013